O bebê esponja e a vaca amarela

25 de novembro de 2012 28 comentários



Primeiramente, obrigada Mamães em Rede! Uma alegria enorme em estar aqui com vocês. Espero atender às expectativas. Agora, vamos ao que importa, vamos falar de bebês esponja e a vaca amarela.

Quando eu era pequena eu brincava de vaca amarela. Na sua cidade essa brincadeira pode até ser chamada de qualquer outro nome, mas eu garanto que todo mundo brincou disso, pelo menos uma vez na vida. Eu brinquei e eu nunca ganhei. Para falar a verdade, eu ainda brinco disso com meu marido, ele ganha, nem precisa brincar disso, mas eu perco, sempre. É quase impossível manter a boca fechada por uma hora. Que horror, ô boca turbinada a minha!

Só que tem uma versão dessa brincadeira que nós adoramos aqui em casa e nessa versão o ganhador é o nosso filho: é a versão vaca amarela para coisas negativas que nos rodeiam. É evidente que criticamos coisas do mundo, para que nosso filho não cresça em uma bolha de fantasias do mundo perfeito, mas criança não deve viver rodeada de: “que buraqueira nessa rua, que prefeito horroroso, que vizinha chata, que filme horrendo, que mercado caro, que vendedor insistente, ó vida…”.


Lendo um livro bem legal e fácil de ler (daqueles que dá até para ler antes de dormir porque não exige grandes esforços, a letra é enorme e a linguagem fácil) descobri que o que fazemos está mais do que certo e que crianças que “vivem ouvindo críticas, aprendem a condenar”. Oba! Estamos no caminho certo, ainda bem. As autoras começam o primeiro capítulo já contando que as crianças são como esponjas, que absorvem tudo que fazemos, tudo que dizemos, que aprendem conosco o tempo todo. Então, penso que é melhor criar filhos com uma atitude positiva para a vida, não é mesmo?


Que tal trocar o “que vizinha chata” por “vou tentar conhecê-la melhor e entender por que tanta chatice em uma pessoa só”? Às vezes, basta um pouco de mudança de atitude da nossa parte para que tudo mude de figura. E os nossos filhos só têm a se beneficiar com um empurrãozinho de demonstrações de proatividade.


Então, hoje treine a vaca amarela e lembre do seu bebê esponja toda vez que a vaca amarela não funcionar.


Beijos e abraços bem positivos para você!



Tati é autora do blog Amigos de Fraldas.


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: As crianças aprendem o que vivenciam, Dorothy Law Nolte e Rachel Harris; tradução de Maria Luiza Newlands Silveira – Rio de Janeiro: Sextante, 2003

28 comentários:

  • Anne Lieri disse...

    Tatiane,parabéns por essa excelente dica de mudança de atitude!De fato,quanto mais críticas a criança ouve,mais crítica ela será sem nunca ver o outro lado das coisas!Adorei!bjs e bom domingo!

  • Juliana Reis disse...

    Tati, em primeiro lugar obrigada pela sua participação. Parabéns pelo post! De forma simples e divertida você nos ensinou que devemos falar menos e que os filhotes são o nosso exemplo... Adorei!
    Beijo,
    Ju

  • Gleysa Lopes disse...

    Tati, otimo post! Pura verdade, Heitor aprendeu a falar um palavrão vendo o pai dele e sogra xingar, eles sao uma esponja mesmo! Já pedi para os adultos evitar mas não adianta quando eles vê ja tao lá falando, e o guri fala atrás! Sabe vô ate fazer um post sobre isso...só arrumar um tempinho...rs

    Bjs

    Gleysa

  • Meriene Zamprogno disse...

    Ainnnnn eu brincava disso e me considero uma competidora mediana uahuaauhauah dependia de com quem brincava, se eu competir com marido então, ja era, perco a moral! uahuaha

    Mas adorei a ideia, nao precisa iludir, mas precisa dosar bem as criticas, tudo é questão de procurar o equilibrio! eu me tornei critica por causa dos meus pais, mas lembro que els critiavam coisas realmente importantes como uso de drogas, responsabilidade e outros temas do tipo!

  • Anônimo disse...

    OLÁ, PASSEI PARA ALERTAR AS MAMÃES QUE PRETENDEM FAZER VIAGENS INTERNACIONAIS, QUE A GOL NÃO FORNECE O BERÇO PARA QUE O BEBÊ VÁ DORMINDO E NEM PRETENDE FORNECER. PRA QUEM TEM BEBÊ E QUER CONFORTO E SEGURANÇA NÃO DÁ PRA VOAR DE GOL; VÁRIAS COMPANHIAS OFERECEM O SERVIÇO: COMO TAM E AMERICAN AIRLINES.

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design