As crianças e os animais

28 de março de 2013 8 comentários
Olá mamães amigas do MR...

Hoje vamos falar sobre as crianças e o contato com os animais.

Fui criada em volta de cães, sempre amei animais e tento passar para minha filha o respeito, amor e cuidado com eles.

Além de ajudar na saúde das crianças, os animais podem ajudar às crianças a terem uma certa responsabilidade e cuidando dos bichinhos terão seus primeiros contatos com a lealdade.

Um bichinho de estimação é bom para o desenvolvimento da criança, pois desenvolve sentimentos, como a autoestima, alegria, tristeza, frustração, tolerância, e compreensão.

Um estudo sobre alergias que crianças foram submetidas a presença de cães e gatos durante a gestação e os primeiros anos de vida, constatou que essas crianças não desenvolveram alergias a estes animais na vida adulta. Tá explicado porque eu não tenho e nem a Babi. Somos imunes à toxoplasmose.

Não tem uma idade correta para ter um animalzinho de estimação dependendo do tipo de animal. Se for um cachorro, uma criança de 3 ou 4 anos seria o mais indicado, porque a criança já tem uma certa autonomia e possui habilidades motoras e é capaz de se defender e entender certas regrinhas do que pode e não fazer com o cãozinho.

Os animais podem mudar o comportamento de certas crianças, além de se sentirem mais responsáveis  elas podem ficar mais carinhosas.

Uma de minhas cadelinhas deu cria, e temos muitos bebezinhos em casa e a minha filha sabe muito bem como lidar com eles. Sabe que não pode pegá-los no colo, pois ela é pequena ainda, não sabe segurar e a qualquer momento pode jogá-los no chão. Carinhos e beijinhos são permitidos.


Vale a pena pensar em ter um amiguinho desse em casa...


Beijinhos




8 comentários:

  • Genis Borges disse...

    Oi Carol, apesar de não ter animais de estimação, acho bem legal quem tem e cuida com carinho.
    Tb acredito que os animais ajudam no desenvolvimento das crianças e em alguns casos são já recomendados pelos médicos, como a Pet Terapia e outros.
    Um beijo grande, Genis

  • Divagações da Mamãe Tê disse...

    Carol,

    eu acho maravilhoso o entrosamento das crianças com os animais. E acho necessário... É vida!
    Moro em apto e sinto muitíssimo não poder dar um cachorrinho pra Maria. Ela pede, mas não tem como. Não posso sair e deixá-lo chorando. E animal precisa de quintal, terra ou pelo menos alguma area maior pra circular..

    Interessante saber que mães que tem contato com animais na gestação, ela e o filho não desenvolvem alergia.
    A toxoplasmose vem por outros meios também, por transfusão de sangue, carne crua ou mal cozida... E pelo que li, apenas os gato é o hospedeiro. O cão não.
    está nesse site
    http://arcadenoe.sapo.pt/artigo/desmistificando_a_toxoplasmose/255

    Eu ja tive toxoplasmose. Só não sei por onde contrai.

    De qualquer forma animal é vida, é alegria. E assim que tiver oportunidade, daremos um cachorrinho pra Maria..

    Ahh uma coisa também que li sobre benefício de ter um animal pra criança, é que ela aprende a lidar com a perda desde cedo.

    Parabéns pelo post. Beijos grandes

  • Renata Diniz disse...

    Carol! Nós não temos animais de estimação em casa. Até porque moramos em apartamento. Tivemos um peixinho beta, mas ele morreu. Reconheço a importância dos animais e você ressaltou muito bem a questão do respeito e do carinho pelos animais. Beijo!

  • Débora Nunes disse...

    Eu amo gatos e sempre tive vários durante minha infância, e a Clara é apaixonada em cachorros, mas por aqui como moro em apertamento não consigo ter um bichinho! Mas na casa da sogra tem e a Clara se acaba de brincar com ele quando vai por la.
    Beijos
    Débi

  • Deborah Gebran disse...

    Carol, eu tive 3 cachorrinhos em minha vida... A última, a querida Luma, foi praticamente uma irmã mais nova. Era muito companheira. Mas sofri demais com sua partida triste! Sofremos até hoje quando lembramos dela...
    Eu moro em apto e no momento não vou optar pelo cachorrinho de verdade...
    Mas gosto da ideia de ter animais em casa...
    Adorei seu post!
    Beijo

  • Gleysa Lopes disse...

    Carol, eu adoro cães e gatos, mas Heitor tem um certo medo, não pode ver um que já fala sai e sai!!!
    Lá na casa da minha mãe ficou minha gatinha Thalya que tem 15 anos, quando vou lá para mãe fico com dó da Thalya pq Heitor não deixa ela em paz, sempre que ele vai num lugar e ela está lá vai ele pedir pra tirar ela!!
    Acho que pq ele ainda e novinho!! Vamos esperar mais alguns anos para ver se ele muda!!

    Beijos
    Gleysa

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design