Falando sobre o egocentrismo

9 de junho de 2014 4 comentários

Bom dia Mamães em Rede!

As crianças na fase dos 2, 3 anos costumam sempre dizer: "É meu!!" várias vezes por dia,não está? Na escola, observo que muitas vezes um brinquedo está no cantinho, abandonado e é só outra criança pegar, que pronto, começa a confusão!! Vocês já perceberam isso também?


Nesta idade ela está na fase que chamamos de egocentrismo e não consegue entender ainda o que não lhe pertence! Pra ela tudo que está disponível no ambiente é dela!

Ela vê uma criança com algum brinquedo e vai pra cima para poder pegar como se aquilo fosse dela mesmo, isso é natural, ela não entende.

Claro que não podemos agir de forma bruta e tão pouco deixar que ela saia pegando todos os brinquedos da mão dos amigos, mas precisamos mostrar que essa atitude não é correta!

Eles também não sabem compartilhar e muitos conflitos irão aparecer!

A criança precisa aprender as regras do convívio social - principalmente em uma época em que não é mais tão comum que as crianças brinquem na rua e em que há muitos filhos únicos. Os pais também precisam compreender essa fase, pois chamar o filho de egoísta não fará muito mais que afetar negativamente sua autoestima.

Na fase de 0 a 3 anos é muito mais difícil que a criança compreenda a necessidade de compartilhar, mas é necessário que esses momentos aconteçam, na escola, por exemplo, temos o Dia da Novidade, momento em que todos levam algum brinquedo e devem compartilhar com os amigos. Neste momento, a professora faz a intervenção e explica que é para emprestar ao amigo, que cada um terá a sua vez de brincar com a novidade do amigo.

Aos 4 anos ela já tem mais condições cognitivas e emocionais para compartilhar, já entende o que é coletivo e o que é individual. A conversa tem que acontecer sempre!

Para demonstrar sua insatisfação e ter suas vontades atendidas, as crianças podem fazer birra para chamar a atenção dos pais e demonstrar certa agressividade (empurrando ou mordendo) e até mesmo atitudes melancólicas, se fazendo de vítima diante das situações de conflito. Não se sinta obrigada a realizar todos os desejos dela, dizendo que vai comprar outro igual. Seja firme, explique e o importante é que a criança saiba que existem outras vontades além das dela, conversar e envolvê-la na resolução do problema, uso muito os "combinados" na creche, explico que tal brinquedo está com o amigo e que depois que ele brincar ele irá emprestar!! Funciona muito bem, até mesmo com os pequenininhos!!

4 comentários:

  • Cris Philene disse...

    Poxa amiga, que super post!
    Aqui estou na fase do é meu!!!
    Muitas vezes fico sem saber como agir, pq Joseph é filho único, e de fato tudo o que tem em casa é dele... aí qd chega o primo, começa os ciúmes... converso, mostro que precisa compartilhar, mas muitas vezes o chorôro é inevitável. bjs

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design