Gravidez na adolescência

16 de dezembro de 2012 11 comentários

Por Sheron

Eu ia fazer um post intitulado “Filhos x internet”, mas decidi mudar de última hora, porque me incomoda muito a generalização que fazem com mães adolescentes e as atitudes de algumas mães adolescentes.

Bom, pra começar, você pode ser a adolescente que for (lembrando que adolescência pelo menos pra mim, só vai até os 17 anos de idade), mas você sabe muito bem que se você fizer sexo sem proteção você pode engravidar, e sabe que o governo dá as proteções de graça, então não tem desculpa.

Eu sou uma mãe adolescente, graças a Deus, tenho a felicidade de morar com o pai do meu filho ou com alguém que ele possa contar pra ser pai.

Quando eu comecei meu blog eu não saí por aí falando: Hey, estou grávida e tenho 14 anos! Pelo contrário, eu não falava minha idade, porque eu acho sinceramente que isso não importa, quando eu vim falar a minha idade num post, me lembro da surpresa e do espanto das minhas leitoras da época, ninguém dizia que eu tinha 15 anos, todas comentaram que achavam que eu tinha uns 25 por aí...

Aquilo me deixou um tanto quanto feliz, porque geralmente quando se fala de mães de 15 anos, a maioria dos comentários são:
O Filho dela é criado com a avó.
Ela joga o filho nas costas da mãe/sogra.

Mas por que a maioria dos comentários são desse tipo? Porque geralmente é assim que é.

Eu tenho muito orgulho de dizer que eu precisei da ajuda da minha mãe durante 20 dias, os dias que sucederam o parto, porque eu cresci ouvindo as pessoas falarem que mãe adolescente não tinha responsabilidade, que só o fato de engravidar já era uma irresponsabilidade e eu meti na minha cabeça que: quem pariu Mateus que balance!

Ficar grávida na adolescência é muito difícil, mas não é o fim do mundo, pelo contrário é o começo de um mundo novo. Sinto falta das coisas que eu não fiz sim, mas deixaria de fazer tudo de novo pra criar o meu filho.

Então se você é uma das que vê uma jovem mãe na rua e diz: Uma criança cuidando de outra; fica a dica...

Você também devia ir cuidar da vida da sua filha quarentona que ainda não te deu  aquele neto que você vive pedindo, ok?

Sheron é autora do blog Bela Mãe.


11 comentários:

  • Juliana Reis disse...

    Sheron, obrigada pela sua participação. As pessoas estão sempre julgando, mas o que importa mesmo é seguir sua cabeça e coração. Parabéns pela coragem.
    Beijo,
    Ju

  • Genis Borges disse...

    Oi minha querida, parabéns por assumir seu filho com coragem e dignidade. Que vc seja um exemplo pra muitas mamães novinhas ou não por aí, um exemplo pra todas NÓS!
    Adorei ter vc aqui.
    Um grande beijo pro Gustavo lindo e pra vc! ♥
    Genis

  • Andreia Cristina disse...

    Legal o post Sher!

    Acontece muito sim de mães adolescentes sem responsabilidade. Mas você mostra que nem todas são assim. Muita linda sua coragem de assumir a maternidade e sua dedicação com seu filhao!

    Bj!

  • Marineide Dan disse...

    Que neste Natal você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade. Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo. Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos! FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO PARA TODOS!

  • Ivna Pinna disse...

    Muito legal o seu depoimento! Infelizmente muitas meninas engravidam novas e quem assume o cuidado é a mãe ou a sogra. Acho que toda ajuda é boa, mas sou dessas que "quem pariu, que balance"!
    parabéns pelo seu comprometimento como mãe!

    beijos

  • Meriene Zamprogno disse...

    Bem Sher, não vou chegar aqui e dizer que você foi guerreira e nem nada disso apesar de saber que ser mãe adolescente é sim uma luta bem mais árdua do que mãe não adolescente, mas sabe por que? Por que muitas meninas estão TENTANDO engravidar lendo relatos emocionantes de mães adolescentes que se superaram e comentários das pessoas dizendo o quanto ela foi corajosa, você sabe disso =( e também por que eu não apoio para não incentivar a gravidez na adolescência, acho que temos muitos casos de mães como você que assumiram a responsabilidade pelos atos, mas muito mais mães que acham que criar filho é brincar de boneca como você disse, eu sinceramente não acho que tenha desculpa mesmo por que métodos anticoncepcionais temos muitos, mas caso acontecer acho que o apoio da família é muito importante, mas dizer que é a coisa certa, sinceramente não acho e penso que sim que muitas e muitas vezes é sim uma criança cuidando de outra, canso de ver meninas andando na rua com o filho a deus dará solto, dá pra ver na cara que não sabem cuidar e que é a avó que cuida, mas muitas outras vezes a mãe amadurece e as pessoas acharam que você tinha mais idade por que foi o que aconteceu com você, você amadureceu com tudo isso o que é bom! Agora eu não gostaria sinceramente que uma filha minha engravidasse cedo, por que acho que é um tempo de curtir, aproveitar a vida, aprender, acho que filho com pai ou não só deve vir mais pra frente por que a gente sabe bem que por mais que seja maravilhoso limita muito os planos e a vida, o problema é que há muita divulgação do mundo cor de rosa da maternidade como se tudo fosse só flores! T.T mas ainda bem que você foi a grande excessão, por que o que canso de ver de irresponsabilidade ta osso!

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design