Filhos são Orquídeas

25 de abril de 2013 12 comentários




Tenho uma filha que eu adoro: tão inteligente, tão adorável, tão bem-vista e tão amigável. Laura transmite pensamentos de forma inteligível e cativante. Aos quatros anos, ela é também a minha companhia. Com ela converso, respeito a individualidade dela e através do seu comportamento decifro pistas e faço combinados. Ser mãe de criança sensível e reativa é ser mãe sortuda. Outro dia ela me disse que não gosta de alho porque o cheiro é forte. Respondi que é um tempero gostoso que deixa a comida saborosa. Como tréplica, ouvi minha pequena dizer que era o jeito dela perceber o alho! Surpreendente, Laura é como a orquídea: em condições certas, cresce forte e esplendorosa. Em condições adversas, o melhor é conversar e fazer combinados sem ser hostil. Olhos brilhantes e curiosos, cabelos castanhos escuros e modos calmos. Todavia, numa fase de extremo entusiasmo, por vezes, é pouco graciosa. Ela se prepara para destrancar as portas com muita fanfarrice. E a minha sala, que abriga pouco equipamento, não tem conseguido medir que partes do cérebro estão ativas e em que parte eu estou cheia de dúvidas, medos, angústias e inseguranças. Laura é quieta, modesta. Porém, tem feito coisas extraordinárias. Por vezes, me sinto como o elástico que quer se esticar mais e não consegue. Talvez eu precise me acalmar diante da tempestade que é a descoberta do tempo de criança. Eu me sinto bem quando tenho a chance de me preparar. Mas ser mãe não dá tempo de fechar a porta do escritório e trabalhar. É preciso falar de improviso. Ser mãe é atividade de alta voltagem. Todavia, o estímulo vem da mesma fonte de energia: os filhos. Ainda que o som seja alto e as condições agitadas, superá-los é a única escolha. Em condições mais tranquilas  a ansiedade é menor. Contudo, Laura é meu ponto doce. Encontro-me em boa companhia de pureza e distinção que me arrebatam e quase me fazem chorar.


12 comentários:

  • Mamães em Rede disse...

    Bom dia, mamães em rede!

    Filhos nos amam, nós os amamos e, por vezes, na mesma medida eles nos enlouquecem! Não é mesmo?!

    Com vocês também é assim? Então deixe o seu recado!

    Beijos!

  • Divagações da Mamãe Tê disse...

    Que amor tudo isso... Me vi na ultima frase: "me arrebatam e quase me fazem chorar".
    Arrepiei. Eu também sou assim, é tanto amor que faz doer..

    Você é sensível Rê, e Laura tb.
    Você é quieta, centrada, ponderada, e vemos que Laura também segue esse caminho.
    Com sua quietude, as vezes não consegue lidar com os ímpetos infantis que fazem parte do desenvolvimento. Ela tem muito de você, mas tem sua fase de criança que necessita extravasar.. .Sua energia está a flor da pele e nós como mães temos que entender isso. Mais isso...

    Entenda que por mais que sejam iguais, serão distintas em alguns aspectos. Mas sua essência está em Laura.
    Acalmar, pensar, e mesmo que tudo não saia como você almeja, releve a situação e não se cobre. A mãe sempre faz o melhor em agrados e educação.

    E isso Rê, se torna um aprendizado constante. Uma troca infinda e os laços de amor se aproximam cada vez mais com as diferenças...
    Simplesmente ame!

    Beijos querida... fiquem com Deus..
    Doce Rê... Doce Laura..

  • Anne Lieri disse...

    Renata,que beleza de relato!Essa orquidea ainda vai te deixar sem palavras...rss...tem momentos na maternidade que elas nos dão um baile,muitas vezes com uma simples pergunta!É o próprio exemplo do elastico que vc deu:não poderia ser melhor!bjs,

  • Isabelle Joanne disse...

    Seu texto é LINDO DEMAIS, fiquei toda boba e morrendo de vontade de conhecer a Laurinha, com certeza seguraria e nunca mais ia querer largá-la, pena que a boneca é edição limitada :(.

    Beijos
    http://irmacorujando.blogspot.com.br/

  • Cozinha de Mulher disse...

    Oh minha amiga.. que texto lindo..
    Nossa fiquei emocionada ao ler..
    Sabe amiga.. esse amor que nos une aos filhos é algo mágico por demais..
    E quando eles estão assim nesse momento de descobrir o mundo é maravilhoso..
    Tem razão temos que estar ligadas a 220 a cada minuto, porque acompanhar essa galerinha não é fácil não srsr

    Laura e linda demais.. e você mais linda ainda, por ser essa mãe super especial.. que nos ensina e muito com suas experiências..

    Um beijo minha linda..e uma noite especial viu?

  • Genis Borges disse...

    Que lindo Re, fiquei imaginando cada detalhe, cada movimento da pequena, doce e serena Laura.
    Imagino JM se encontrando com ela... rsrs um furação com uma princisa...
    Bjus.

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design