Mães que se formam, mas decidem por ficar em casa educando os filhos.

6 de março de 2015 2 comentários
Sempre quis ser independente, principalmente financeiramente, comecei a trabalhar com 17 anos (após uma breve mentirinha que já tinha 18), antes disso vendia produtos em catalogo na escola para com o lucro comprar coisinhas que minha mãe não achava necessário. Sempre pensei que seria uma mulher super profissional e amante da profissão, mas por outro lado sempre me vi mãe, sempre quis ter filhos e uma família para cuidar. 
Comecei a faculdade cheia de expectativas e planos futuros para realizar o sonho de ser profissional, com um semestre de faculdade casei e faltando dois semestres para a formatura decidir engravidar. Naquele momento não se passava pela minha cabeça abandonar meus sonhos já não tão distante para ser mãe em tempo integral, mas logo nos primeiros meses de gestação eu e meu esposo decidimos que o sonho seria adiado até que o bebê tivesse um ano. 
Conseguir me formar, apesar de todos em minha volta clamar para que eu trancasse a matricula, isso por diversos fatores: em 2010 o vírus da gripe estava no auge e a recomendação médica era que as grávidas evitassem lugares com muitas pessoas e eu usava o transporte coletivo todos os dias, outro motivo era subir as escadas super escorregadias da faculdade...
Barreiras vencidas e enfim conseguir terminar o curso com um bebezinho no colo. E foi nesse momento que vi e percebi que não conseguiria deixa-lo.
Confesso que foi uma decisão super fácil, até me surpreendi com a facilidade que deixei os planos de trabalhar fora para cuidar da minha família, mas foi a decisão mais acertada que já fiz. 
Ainda hoje, 5 anos após meu primeiro filho nascer, ainda me perguntam onde está a Jamilly que sonhava em trabalhar? Eu também não sei para onde ela foi, mas sei que não tenho planos futuros nenhum para que isso aconteça.
Minha decisão foi "abrir mão" de tudo para ser mãe em tempo integral, mas admiro demais mulheres que conseguem por sonhos profissionais ou por necessitada voltar a trabalhar após a licença maternidade. 






2 comentários:

  • Gleysa Lopes disse...

    Eu tb escolhi ficar em casa com meu filho, e deixo aqui minha participação nesse tema

    http://www.demamaeursa.com/2015/03/maes-que-se-formam-mas-decidem-por.html

    Beijos
    Gleysa
    www.demamaeursa.com

  • Cris Philene disse...

    Amiga... como fazemos planos antes de ser mãe e logo depois de nascerem... tudo muda!
    E de fato não nos arrependemos das decisões tomadas, porque passamos a ver o bem deles na frente das nossas escolhas e sonhos.
    Aqui não pude parar de trabalhar, mas optei por trabalhar em um instituição, próxima a minha casa e com horário flexível, isto faz toda a diferença pra mim... Se preciso fico com ele em casa e resolvo as coisas de lá...
    Tudo muda... e sempre é pra melhor, bjs

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design