Eu sirvo

7 de março de 2013 20 comentários
Em tom de brincadeira e ajuda, eram essas as palavras que papai Cris pronunciava, cada vez que ele “servia” literalmente a mim e Maria nos momentos de necessidade, querendo mostrar que ele não era mãe, não dava de mamá, não pariu Maria, mas também “servia”.

Foi assim sempre. 

Quando nos casamos já pude perceber seu jeito prestativo. Maria nasceu e os cuidados continuaram divididos para mãe e filha.
Sempre solícito, amigo, companheiro, dividindo os serviços de casa da maneira e com o tempo que ele podia dispor.

Primeira fralda por papai na maternidade
Se tratando de Maria, a primeira fralda trocada ainda na maternidade foi dele. Marinheiro de primeira viagem, com muita astúcia, deixou a pequenina recém-chegada limpa e arrumadinha.
E
m casa os cuidados não pararam. 

Quanta ajuda nos banhos, quanto embalo nos momentos que Maria não queria dormir. D.Maricotinha, chorando de madrugada, chegava até a mamãe para mamar levada pelas mãos prestativas do papai.
E esse companheiro incansável, inúmeras vezes adormeceu junto com ela em seus braços.

Muita ajuda, muito cuidado conosco!

“Eu sirvo!”

Várias vezes ouvi isso. Achava graça do jeito que ele falava e ao mesmo tempo reconhecia.
Hoje ele ainda serve, e serve muito. Já não precisa mais trocar fralda nem colocar Maria para mamar, ou tão pouco fazer sua higiene num trocador, até mesmo direcioná-la ao peniquinho ou limpar o chão que a senhorinha sujou, por não ter tido tempo de correr para seu troninho. Ela não precisa mais disso.
                                                                                                                       
Mas precisa sim, do papai ao lado dela todos os dias rezando, abençoando, contando historinhas como faz em várias noites revezando com a mamãe.
Precisa dele sim, batendo sua vitamina de manhã enquanto mamãe termina o café.
Da sua supervisão no banho nos momentos de preguiça ou enrolação. E são tantos...
Do seu colinho, na hora dos joguinhos no computador nas tardes de sábado e domingo que só tem graça com ele.

Das idas à escola, dos “programinhas chatos” no sofá aberto, de apresentar seus besouros e fazê-la gostar da natureza.

Você “serve” sim papai. Mais do que tudo isso.                                                                                        
                                                                                                             Papai e Maria jogando fim de semana
Serve na hora da bronca precisa, da sua palavra de ensinamento, da sua educação, do carinho, das brincadeiras, da sua preocupação em demasia, da atenção, amor, da emoção por ver a senhorinha crescendo.

Serviu ontem, serve hoje e servirá sempre. Por um motivo simples:

O amor de pai é eterno! 

E esse amor cuidadoso se eterniza em todo e qualquer gesto de partilha, ternura e doação... 
    
                                                                                                                   

                 
                                 

20 comentários:

  • Genis Borges disse...

    Que lindo Tê e que bom seria se todas as mulheres tivessem alguém do lado para servir... ajudar...
    Aqui em casa usamos a palavra 'parceria' antes mesmo de JM nascer. Somos parceiros na divisão das tarefas e agora e com o cuidado com o JM.
    Gostei de conhecer o Cris e como ele cuida bem de sua família.
    Deus abençoe e conserve sempre.
    Beijo, Genis

  • Renata Diniz disse...

    Bom dia, Teresinha! Essa parceria é uma das mais importantes linguagens do amor. É ela quem ensina aos filhos preciosidades sobre os relacionamentos. Lindo de viver! Meus parabéns pela família. Beijo!

  • Mamães em Rede disse...

    Oi Gê.. obrigada... Olha, não tem coisa melhor do que um marido, um pai, um companheiro participativo. A gente não tem dor de cabeça nem estresse com isso... Além de ajudar no dia-a-dia, também nos faz sentir valorizadas...

    O Cris falava "eu sirvo" e ria...rs...

    É uma benção.. Não tenho mesmo que reclamar hora alguma.
    E que bom que em sua casa você tem um parceiro. Você sabe então como é desfrutar da partilha familiar..

    Um beijos e Amém.. Deus os conserve assim também...

  • Mamães em Rede disse...

    Obrigada Renata. É de muito importância essa troca, essa ajuda no relacionamento, na família...

    Nos deixa mais aliviados e felizes com certezas. E o filhos veem o exemplo, isso também é muito importante.

    Um beijo grande..Obrigada!

  • Mamães em Rede disse...

    Desirée, não tem coisa melhor.
    Uma benção ter maridos que ajudam e reconhecem o valor da mãe e esposa que somos.. E que bom que você também foi abençoada assim...

    Tenho uma madrinha de casamento com o seu nome... Uma pessoa querida. É a segunda Desirée que conheço...

    Bem-vinda sempre! Beijos e obrigada

  • Jackie Graça disse...

    Lindo Texto, emocionante Tê. Aqui em casa foi e é igualzinho, meu marido teve até pressão alta quando Davi nasceu por que chegava tarde do trabalho e não dormia a noite toda preocupado com ele, era ele que sempre chegava antes ao berço, até mesmo quando o barulho era no apartamento de cima. O Davi tem um amor enorme pelo pai desde a barriga, ele não podia falar que o Davi se remexia todo na minha barriga, e até hoje entre eu e o pai dele , ele vai sempre no pai primeiro.

    Bjussssssssssssssss

  • Mamães em Rede disse...

    Olha que gracinha, o Davi e seu marido. É uma tranquilidade e uma alegria não é mesmo Jackie. A gente não precisa se preocupar porque sabemos que temos um amor e companheiro sempre pronto a nos ajudar com muito amor..

    Sou feliz por isso... e tenho certeza que você também...

    Parabéns para o papai do Davi...

    Obrigada pelo comentário sempre..Beijos grandes..

  • Carol Meoli disse...

    Muiiiito bom!!! Adorei esse post!!!
    É pai e tem que participar de tudo, tanto na educação, nas brincadeiras, na hora do banho, ou da troca de fraldas...

    Beijos

  • Mamães em Rede disse...

    Obrigada Carol. Você tem razão. A participação do marido como pai e companheiro é de extrema importância, tanto para a mulher quanto para os filhos que veem o exemplo.

    Obrigada pelo comentário.. Um beijo grande..

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design