Filhos mais cedo na escola!!!

10 de abril de 2013 9 comentários
Olá amigas mamães...

Vocês viram que agora é lei as crianças serem matriculadas na escola com 4 anos, né?

A educação básica se divide em três fases: Pré - escola, ensino fundamental e ensino médio. Antes eram obrigatórias as fases de ensino fundamental e o ensino médio. Agora, a educação básica é obrigatória dos 4 aos 17 anos. Isso quer dizer que os pais agora terão que matricular seus filhos mais cedo na escola. Antes colocávamos nossos filhos na idade de 6 anos, agora mudou para 4 anos.

Eu nunca conheci uma criança que não tenha frequentado a pré escola. Acho importantíssimo a fase do pré. É onde a criança tem seu primeiro contato com a escola. É onde a criança fará amiguinhos, aprenderá coisas novas, aprenderá brincadeiras e musiquinhas novas. Sem falar que ajuda no desenvolvimento das crianças., como a fala e dá um certo "corte do cordão umbilical". 

Tudo bem que as mães sofrem e os pequenos também. Sei que muitas estão passando pela fase de adaptação da criança na escolinha e é uma coisa meio traumática para ambas as partes. A minha filha ano que vem vai pra escolinha, ela precisa disso, mas já sofro por antecedência!

A carga horária mínima para a pré-escola será de 800 horas anuais, distribuída por um mínimo de 200 dias de trabalho educacional, sendo que as crianças devem permanecer na escola por no mínimo quatro horas diárias, ou sete horas no caso de turno integral. A frequência mínima exigida será de 60% do total de horas anuais.

"A educação infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança de até 5 anos, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade", diz a lei. O currículo deverá ter uma base nacional comum que respeita as diversidades de cada região, o que já era válido para o ensino fundamental e o ensino médio.
(fonte: noticiasterra.com.br)

E o que vocês me dizem sobre essa nova lei?


Beijos e até mais


9 comentários:

  • Débora Nunes disse...

    Carol eu super apoiei! É na pré-escola que a criança começa a aprender as letras e numeros, facilitando assim a introdução no ensino fundamental.
    Acho que toda e qualquer Lei que seja para melhorar a educação da população é super valida!
    A Clara ja frequenta a escolinha e já vejo mudanças, isso porque la as atividades sem mais voltadas para crisnças de 1 a 3 anos! Foi dificil no começo, mas hoje vejo que fiz bem em não desistir.
    Beijos ótimo post. :)

  • Divagações da Mamãe Tê disse...

    Carol, eu apoio também. Acho que em casa a criança fica muito ociosa.
    Vou falar por minha experiência.

    Moro em apto. Maria não tinha (não tem) outras crianças pra interagir, aprender, brincar. Não tem um quintal pra pegar na terra e aprender, se soltar.
    Enfim, é um mundo um pouco limitado.

    A escola foi uma benção. Com 2 anos e 2 meses entrou quase sem falar e no final do ano estava faladeira.
    Criança precisa de criança de aprender, de estímulos.
    A escola não força a barra com nada, tudo é muito lúdico, mas o aprendizado na brincadeira existe.

    Muitas vezes não temos tempo de dedicar o que a professora dedicaria para um aprendizado sobre cores, formas ou outros. A gente estimula, complementa, mas o aprendizado maior vem da escola. Não a educação. O aprendizado. E em casa damos aquela super força em complemento.

    A fase de adaptação não é tão ruim. Mesmo que "soframos" no inicio, é bem no inicio. Maria chorou umas 3 vezes somente no primeiro ano que entrou. Depois nunca mais. Mas eu a deixava feliz mesmo assim, pq sabia que ela ia ficar bem depois nas mãos de professoras tão cuidadosas. E que ela iria sempre voltar pra casa com uma musiquinha ou outro aprendizado novo.

    Temos que contribuir. Elogiar sempre os professores, falar bem dos coleguinhas, falar como é bom aprender coisas novas.. Faço isso todos os dias.. E tudo ficou leve pra ela..

    Em casa ela ficaria com adultos que não teriam tempo suficiente pra lhe dar atenção.. E mesmo que tivesse outras crianças, ficaria limitada ao aprendizado que só a escola com sua didática tem...

    Então... como dizem por aí "super apoio"..

    Beijos Carol..Parabéns pelo texto.

  • Jackeline Graça disse...

    Carol, por aqui não vai mudar em nada por que o Davi já frequenta a escolinha desde os 2 anos e 8 meses. Mas eu concordo com a lei, eu comecei aos 4 anos por vontade própria, todo mundo ia pro colégio menos eu, aí eu perturbava a minha mãe pra me levar e foi uma fase ótima! Nos dias de hoje é difícil as crianças irem todo dia na pracinha, fazer amiguinhos no bairro, então acho válido por esse convívio e foi por esse motivo que o Davi começou a ir pro colégio, pois tenho com quem deixá-lo em casa, mas ele não tinha amiguinhos, e agora ele adora e tem amiguinhos e toda criança nova que ele conhece já diz pra mim "é amiguinho mamãe" .

    Bjussssssssssss e adorei o seu texto.

  • Claudia Santos disse...

    Como eu decidi ficar em casa para ficar com minhas filhas, não senti necessidade de colocá-las antes dos 4 anos, minha intenção era que com 4 anos elas fosse para a escola mesmo, então acho bem normal, além do que elas estão cada vez mais espertas, precisam de atividades e brincar com outras crianças.

  • Aline disse...

    Eu adorei..pois tem dados com base cientifica q criança aprende mais e melhor antes dos 6 anos,não moro em apartamento,mas o meu filho tem tbm uma vidinha ociosa,no bairro onde moro,não tem escolinha,não tem pracinha e nem muito amiguinho,estão construindo uma escola linda aqui no bairro graças à Deus..há 5 min. da minha casa..esse ano meu filho completa 4 anos,e se eu conseguir inseri-lo ano q vem na escola vamos adorar!!!!!

    Só fiquei em dúvida com uma questão,a lei foi aprovada,porém,o governo tem até 2016 pra adaptar e arrumar vagas pra essa nova turminha..isso quer dizer q meus direitos não estão totalmente garantido se eu quiser colocar meu filho na escola e não ter ainda turmas abertas/vaga..eu tenho q aguardar até ele ter os 6 anos??

  • Anne Lieri disse...

    Carol,eu vou apanhar das mamães agora!...rss...adorei o seu texto e tem grandes verdades mas, confesso que não gosto de saber que agora é lei matricular a criança aos 4 anos.Apesar de saber que muitas mães trabalham e precisam colocar a criança na escola, penso que aquela mãe que não trabalha deve ficar com seus filhos até os 6 anos e só aí colocar na escola. A não ser em casos especiais quando a criança é louca pra frequentar a escola.bjs a todas,

  • Genis Borges disse...

    Olá Carol, bom seria se pudéssemos ficar com nossos filhos em casa, mas não vendo o tempo passar e enchendo os filhos de TV e video game, mas gastando o tempo com qualidade.
    Infelizmente, em muitos casos, as mães precisam trabalhar e a melhor opção, sem dúvida, é contar em uma escola que invista na educação infantil.
    Sou a favor da criança ir pra escola a partir dos 4 anos, mas não como lei e obrigatoriedade. Um trabalho de conscientização seria muito mais importante.
    Bjus, bjus, Genis

  • Deborah Gebran disse...

    Marinah vai pra escola desde o ano passado quando completou 2 anos... Coloquei porque precisava de um tempinho para fazer algumas coisas, como desenvolver algum trabalho para ajudar o marido com as finanças.
    Quando ela não vai para escola, e fica em casa comigo, me dá um saudade dos tempos que ficávamos juntinhas em casa brincando, dançando, cantando... Mas creio que a escola ajuda e muito na maturidade dela!!
    E a escolha da escola certa é fundamental para esse processo!!
    Beijo

  • Gleysa Lopes disse...

    Carol, eu nem sabia disso, mas acho que vou sofrer muito quando chegar a hora de Heitor ir pra escolinha!
    Mas entendo que ir pra escola e o melhor pra ele!

    Bjs
    Gleysa

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design