Felicitações ao amor da minha vida!

7 de outubro de 2012 16 comentários



Quando surgiu o convite para escrever nesse espaço, logo pensei: 'poxa vida, sobre o que eu posso escrever que esteja relacionado a maternidade... são tantas coisas, tanto assunto que posso abordar, mas falar sobre o quê exatamente?'

Foi aí que, analisando os fatos, me dei conta de que não poderia falar de outra coisa, senão ao acontecimento mais importante de toda a minha vida... o nascimento da minha filha, que completa exatamente HOJE 1 ano e dois meses de vida!

Sempre sonhei em ser mãe! Sempre quis exibir um barrigão bonito! Sempre quis e quero a minha casa cheia filhos (muita calma nessa hora... querer, no momento, não é poder)!
Sempre achei lindo uma mulher grávida e acredito que ser mãe é a concretização máxima de amor.

Luisa foi planejada, foi desejada, foi amada, foi esperada com muito carinho! Ela nasceu numa manhã ensolarada de domingo e me lembro até hoje quando dei o primeiro beijo naquele rostinho enrugado e quentinho! Quanta emoção! Marido e eu ficamos encantados com aquele ser tão pequeno e frágil, que mal chegou entre nós e já trazia tanta alegria para as nossas vidas!

Sim... a Luisa nasceu e naquele momento, junto com ela, também nasceu um pai e uma mãe!

Eu sabia que ser mãe seria a aventura e a experiência mais incrível da minha vida... que tudo ira mudar e que as prioridades seriam diferentes. 

O que eu não sabia era o quanto eu iria aprender nesse tempo. 

A gente acha que sabe tudo, que tudo vai dar certo, se sente confiante... mas quando você pega aquele bebezinho no colo as coisas mudam de figura. Você sente medo de não ser uma boa mãe... você sente medo de não saber identificar o choro do seu filho... você sente medo de afogar seu bebê recém nascido na banheira (mesmo já tendo dado banho nos seus sobrinhos, como no meu caso). Lembro que marido e eu saímos chorando da maternidade... Estávamos apavorados! Como enfrentar o mundo lá fora com um bebê nos braços? A gente estava com medo de que não fossemos dar conta do recado!

Aos poucos tudo foi se transformando à nossa volta... deixei que o instinto materno (sim, ele existe!) me guiasse e posso dizer que hoje eu sou uma mãe bem diferente daquela que saiu da maternidade chorando, com a Luisa nos braços. Hoje, sei que os cuidados com minha filha não é um bicho de sete cabeças. Hoje sou uma mãe e uma pessoa melhor, porque minha filha permitiu que isso acontecesse!

Me considero uma 'mãezona' para ela... pois com ela aprendi a respeitar os seus sentimentos, entender suas necessidades e entender do que ela precisa somente com o olhar, aprendi a pensar no meu próximo em primeiro lugar ao invés de priorizar somente os meus desejos. Aprendi com a Luisa que, errando eu também posso acertar... e que na tentativa de acertar eu também posso errar... e feio! Sei que tenho minhas limitações... sei que não sou perfeita, mas tento ser para a minha filha a melhor mãe que ela poderia ter!

Então, hoje... nesse dia tão especial, não posso deixar de dizer o quanto eu amo essa minha filha! Agradecer à ela por todas as coisas incríveis que ela vem me permitindo aprender e ensinar. Quero dizer à ela que sou a pessoa mais feliz por tê-la ao meu lado!

Obrigada, Luisa... por ser a minha filha querida! E parabéns pelo seu 1 ano e dois meses de vida!





16 comentários:

  • Michele Camargo disse...

    Oi Raquel, lindo texto parabéns!!!

    Não escrevo tão bem, mas me atrevi a criar um blog tmbém, quem tiver um tempinho e quiser vir nos visitar, será muito bem vinda!! Histórias esta sendo criado com muito carinho, bjs

    http://historiadeumamae.blogspot.com.br/

  • Raquel disse...

    Meninas, eu que sou grata pela oportunidade de participar por aqui! Muito obrigada pelo carinho. Grande abraço a todas e bom domingo.
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

  • Brenda Kayene disse...

    Me identifiquei demaaais com esse texto!!!
    Lembro que quando estava saindo da maternidade.. meu marido só faltou jogar as malas pela janela, de tanta pressa pra ir embora.. Enquanto eu ia dando um passinho por vez e assim que sentei no carro, vi aquele serzinho pititico no bebê conforto, pensei: "Meu Deus! E agora??"

    Parabéns pela participação!!!

    Beijos!!!!

  • Gleysa Lopes disse...

    Oi Raquel, vc sabe que sou fã de seus textos, e como sempre vc arrasou!!! Lindo texto!!
    Parabéns para Luisa!!!

    E obrigada por participar do MR!

    Bjs

    Gleysa
    demamaeursa.blogspot.com

  • Mamãe Roberta Soares disse...

    Parabéns!!! Filhos mudam nossa vida. Sábado passado o meu completou 1 ano. Não sei como eu vivi sem ele tantos anos...como li ontem no face eu só existia e não vivia!
    Tb tive muito medo no inicio, mas agora sei q sou boa mãe. Conheço cara caretinha q faz. E me apaixono todo dia mais e mais. Bjs
    http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design