O amor que fortalece

11 de outubro de 2012 21 comentários
Google
Na maternidade, a imprevisibilidade é o que mais interfere na vida de mãe e filho. Pouca missão pode nos surpreender e transformar tanto. Assim que se é mãe, você percebe a diferença. Não tem mãe sem habilidades, quiçá, sobrenaturais. Trata-se de um amor que nos faz enfrentar e dominar qualquer batalha. Por outro lado, a liberdade e a criatividade, aos poucos, nos ensina a evitar encontrões. Uma das coisas que logo aprendemos é criar nossas próprias regras inspiradas no amor. Leva tempo para entender como se faz. Porém, é muito útil para filtrarmos o que cabe e o que não entra na filosofia de vida da família. Equilíbrio é a chave para o êxito. Não pode ser muito amor que não deixe o filho crescer, nem pouco amor que o faça inseguro. Os pais, nessa balança, não deve tender para nenhum dos lados, pois a expectativa é sempre alta em relação ao todo. O amor é a semente que germina um mundo melhor. O amor em ação equilibra os temores, as dúvidas, cuida da infância e quer que os filhos sejam felizes. O que o seu coração deseja? O meu quer que a minha filha seja feliz. Para isso, é necessário que a mente esteja equilibrada e o ambiente familiar emocionalmente favorável. A maternidade é uma escola para viver melhor. Um dos pontos polêmicos sobre o êxito é justamente a curiosidade. Pela maternidade devemos ser curiosas, e as crianças nos ensinam sobre isso o tempo todo. Bem como nos ensina a crescer sem desistir de ser criança, a ter ideias, palavras e silêncios. A combinação de amor, segurança, curiosidade, disciplina e educação reflete o sonho de muitas mamães. Quando nos tornamos mamães, nos tornamos também sensíveis ao deslocamento do riso para a sutileza do sorriso! E ao mesmo tempo, fortes. O amor dos pais que ensina e prepara os filhos para enfrentar a vida e ter responsabilidades é amor que fortalece.

21 comentários:

  • Andrea disse...

    Com certeza, Renata. Com a Lara aprendi, entre mil coisas, a ser forte e tentar fazê-la forte. E isso, só o amor é capaz de permitir. Lindo texto pro meu dia começar um bom, não, um ótimo dia!!!! BeijoBeijo. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com.br

  • Jackie Graça disse...

    Lindo post. Posso dizer que o amor que tenho pelo meu filho transformou uma menina e em mulher capaz de tudo em tempo record e isso só a maternidade faz. Acordo todos os dias me sentindo mais capaz e desejando do fundo do coração em tornar o meu filho em um homem de caráter, de raça assim como ELE me tornou uma mulher de muito mais fibra.

    bjussssssssssssss

  • Juliana Reis disse...

    Que post mais lindo e verdadeiro. Palavras profundas e que traduzem a realidade. Hoje sou mais forte e muito mais feliz, pois sou MÃE! Parabéns pelo belo texto, amiga!
    beijo,
    Ju

  • Ivna Pinna disse...

    Amiga que texto bacana de ler. A maternidade nos faz mais fortes, mesmo naqueles momentos em que temos medo ou nos sentimos inseguras. Isso só o fato ser MÃE consegue explicar! rsrs
    Você é dessas mães guerreiras, por isso te admiro tanto!
    Parabéns!

    beijos

  • Cozinha de Mulher disse...

    Amiga que texto lindo!!
    Ser mãe é bom demais né?
    Nos ensina muito.. Muito mesmo.
    Nos tornamos pessoas melhores, esse amor é capaz de nos fazer fortes, incansáveis..
    Ser mãe aos 18 anos foi uma experiência inovadora.. e assustadora.. mas ao mesmo tempo me fez ver a vida de uma forma que nunca imaginei..
    Adoro entrar no seu cantinho porque sempre volto no tempo e revivo as experiências maravilhosas que tive com minhas formiguinhas... Hoje estão enooooooormes... 16 e 13 anos.. são outras experiências, outras novidades, outras descobertas... Mas o amor continua crescendo a cada manhã..

    Me manda calar amiga srrsrrs
    Beijo carinhoso e um dia lindo pra você e Laurinha viu?
    Sheila

  • Maria Alice Cerqueira disse...

    Querida amiga,

    Meu silencio tem sido longo.

    Mas não tem sido por esquecimento, mas sim por conta dos acontecimentos do dia a dia.

    Quero muito agradecer a sua presença amiga lá no meu cantinho, a qual trás muita alegria para o meu coração.

    Que Deus a abençoe, e realize todos os seus sonhos e projetos.

    Uma linda semana para você coberta de muita paz e Amor!

    Abraço Amigo

    Maria Alice

  • Meriene Zamprogno disse...

    Adorei o post, faz parte da caminhada, dessa coisa de ser mãe. De vez em quando me pego pensando se as regras que impuz são boas pra ele, nao quero soltar demais nem prender demais, é um dilema dos pais, mas a gente tenta né? XD

  • Gracita disse...

    Oi amiga.
    A maternidade nos torna melhores como seres humanos. É uma experiência que nos torna mais maduras e nos propicia lindos momentos de doação. Hoje vivo uma outra maternidade. Aquela que não gerou mas que nos proporciona amar duplamente. Sou avó e vivo esta delícia. O depoimento é belíssimo. Hoje estou homenageando todos os mestres. Mestre é todo aquele que ensina com amor a sua arte. Mestre não é tão somente aqueles com formação acadêmica a e atuante. Mestres somos todos nós, cada um com a sua especificidade. E todo blogueiro é um dedicado mestre. Então Venha! Tem homenagem no meu blog . Estou homenagem todos os mestres, cada um em sua arte singular e peculiar. http://gracitamensagens.blogspot.com.br/2012/10/parabens-mestre.html
    Beijos com meu carinho
    Gracita

  • Brenda Kayene disse...

    Texto lindoo mesmo, Renata!
    Parabéns!!!

    Dia após dia, o Miguel me ensina, me fortalece e me surpreende!!!
    Estou me recuperando da extração do siso.. e complicou. Não estava nem conseguindo falar. Disse para o meu marido: "Engraçado que se isso tivesse acontecido antes de ter o Miguel, provavelmente eu estaria largada no sofá, reclamando da dor o tempo todo! Como eu tenho ele, eu acordo disposta, faço tudo o que preciso e ainda o distraio cantando musiquinhas e fazendo gracinhas só pra ele sorrir!!"
    E sabe de uma coisa?
    Me sinto bem!!!

    Acredito que quando um filho nasce e acontece (na hora ou aos poucos) aquela ligação entre mãe-filho, a força que recebemos só de olhar pro pequeno ser.. é imensurável!

    Beijos!

  • Cláudia Leite disse...

    Estou participando da blogagem coletiva de 12/10:

    http://diariodanovatentante.blogspot.com.br/2012/10/bc-presenca-o-presente-que-toda-crianca.html

    Já publiquei, porque não estarei aqui amanhã...

    Bjo!

  • Isabelle Joanne disse...

    Que lindo Renata, ser mãe é ser abençoada. Não vejo a hora de crescer e ter minha benção, por enquanto, mimo os outros, e encontro amor em abundancia.

    Beijos

    http://irmacorujando.blogspot.com.br/

  • Paula Martinelli, a Mãe da Catarina. disse...

    Catarina me ensina diariamente, Re! Aprendi muito com a minha pequena desde que ela nasceu. Aliás, a maternidade me transformou em uma pessoa melhor... mais sensível as pequenas alegrias que, ás vezes, nem enxergamos.

    Criar, educar, é realmente uma arte. É difícil por si só, mas ainda tem a nossa expectativa, que complica um pouquinho mais essa situação. Eu sigo os meus instintos. Uso muito o famoso “instinto materno”. Sei que erro, mas sempre tento conseguir o melhor para a minha filha. Dou a minha vida por ela.
    Beijos

    Paula Martinelli
    minhamaternidade.blogspot.com

  • Cida Kuntze disse...

    Que post lindo RÊ!
    Muito bem escrito. Eu realmente mudei muito com a maternidade e procura aprender cada dia mais. E sim, é um amor que fortalece.
    Beijos amiga.

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design