A incrível missão de ser Mãe

28 de abril de 2013 16 comentários


Qual garota nunca sonhou com o “Feliz para sempre!”

Se imaginar casando com o homem perfeito e formando a própria família?

De repente você se vê diante do homem que tem certeza que é seu par perfeito para sempre. Os sonhos começam a dar lugar a uma linda história de amor, a história vai se tornando cada dia mais real e a vontade de ser mãe aumenta. Quando chega o momento lá estão eles, os filhos, nos mostrando que o amor que antes era só do casal se multiplicou tanto, que eles chegaram, para completar de vez o “Feliz para sempre!” Perfeito.

E então tudo o que parecia perfeito por algum motivo acaba. A família já não é mais completa, depois de tomadas todas as decisões agora só sobraram parte da família. E você se vê sozinha com a responsabilidade de criar os filhos.

Mãe solteira, talvez uma definição não muito interessante, em minha opinião. Acredito que mãe independente seria mais justa. Somos apenas mulheres que por algum motivo já não temos ao lado a figura de um companheiro que possa nos ajudar a criar os filhos, a figura de um pai que possa proteger e cuidar. Então nos desdobramos e fazemos o impossível para continuarmos dando aos nossos filhos o amor e a estrutura necessária para que se tornem homens e mulheres de bem, responsáveis.

Eu sei bem que esse papel não é fácil. Estar diante de responsabilidades (antes divididas por dois e que agora caem somente sobre você) que serão cruciais para o crescimento dos filhos, muitas vezes assusta, mas com jeitinho e muito amor acabamos fazendo um bom trabalho.

Hoje tenho muito orgulho da relação que construí com as minhas filhas durante esses quase seis anos em que chegou o fim do casamento. A família onde falta um dos pais é uma família um pouco diferente sim, não resta dúvida. Mas também é uma família onde o amor se multiplica a cada dia.

Desde que nossa família diminuiu tudo mudou. Claro que algumas coisas não foram tão fáceis assim. Tive que ver minhas filhas amadurecendo bem antes da hora, assumindo responsabilidades de um adulto com apenas dez e sete anos e eu preocupada com a situação delas. A cabecinha dos filhos acaba mudando, as atitudes mudam, e começam a ser adultos de verdade antes do tempo. Vi isso acontecendo, vi minhas filhas mudarem o pensamento, mudarem o modo de agir, para poderem se adequar a nova fase de nossas vidas. Todavia, ficamos mais próximas, mais amigas e com a sensação de termos que cuidar ainda mais umas das outras. Porque, em nossas cabeças só temos umas às outras.


É você, simplesmente você, responsável por tudo, pela alimentação, pelo vestuário, pela moradia, pela educação, pela atenção, pela vida escolar. Nos momentos em que ficam doentes, lá está você se dividindo entre trabalhar preocupada e ligar de minuto em minuto em casa para saber como estão, sair mais cedo do serviço para correr ao médico, passar a noite acordada sem ter com quem revezar, e mesmo assim, no outro dia recomeçar.


Não ter mais com quem contar quando se sentir exausta, porque seus filhos precisam de você, do seu apoio, precisam te ver forte porque é sua força que faz com que eles tenham a certeza de que no final tudo dará certo. Agora as filhas não têm mais a figura do super-herói que antes as  protegia do bicho papão no armário, não tem mais quem colocá-las nos ombros e levá-las para passear, fazendo-as se sentirem as princesinhas da casa. Agora somos só nós, nossos medos, nossas limitações, mas com a vontade de acertar e fazer o melhor.

E a família vai tomando forma, vai se fortalecendo, vai achando seu lugar ao sol. Hoje não tenho só duas filhas, assim como elas não tem apenas uma mãe, temos uma amizade linda. A confiança que adquiri das duas é muito gostosa, podemos falar de tudo, sobre tudo e sabemos que sempre temos o apoio umas das outras para o que precisar.

Vi minhas filhas se tornarem mulheres antes da hora, e me orgulho das mulheres que se tornaram lindas, batalhadoras, humanas, respeitosas, estudiosas, amigas. Vejo duas irmãs que se respeitam, se ajudam e se preocupam uma com a outra. Vejo anjos que fazem minha vida valer a pena a cada dia.

Uma forma que achamos de homenagear nossa família foi marcar para sempre em nós o sentido real do que é verdadeiramente uma Família. Resolvemos fazer uma tatuagem com a palavra “Ohana” que significa Família. Quem já assistiu o filme “Lilo e Stitch” já deve ter ouvido essa frase.

                                                       “Ohana quer dizer família.
                          Família quer dizer nunca mais abandonar ou esquecer”.

E é isso, resolvemos nos homenagear, tatuando a palavra Ohana. Ter colocado nas costas é uma forma de nunca vermos as nossas próprias tatuagens, mas sempre vermos uma da outra, assim nos lembramos sempre de que estaremos sempre juntas para o que der e vier.

Sheila Antunes é autora do blog Cozinha de Mulher.


* E você que acompanha essa coluna do MR, participe. Envie sua postagem para mamaesemrede@gmail.com e veja o seu relato influenciando as mamães em rede.

16 comentários:

  • Renata Diniz disse...

    Bom dia, amiga querida! Ser mãe é surpreendentemente incrível mesmo. Lidamos com o desconhecido sempre. Cada fase nova é um novo desafio que exige de nós muita energia. Ainda bem que temos o principal combustível, o amor pelas filhas. Admiro-a quanto mais a conheço. Admiro-a por ter transformado, com o amor entre vocês, Ágatha e Thalita em pessoas de bem. Bem vistas assim como você é. Meus parabéns por tê-las educado pelo exemplo. Beijo carinhoso em vocês três!

  • Mamães em Rede disse...

    Olá amiga!

    Meus parabéns pela sua participação e pelas filhas maravilhosas, formiguinhas da mamãe rainha! Foi lindo o seu depoimento.

    Vocês são muito bem-vindas, voltem sempre!

    Beijo e excelente domingo!

  • ✿ chica disse...

    Puxa, que linda, verdadeira e até emocionante tua participação. Adorei essa cumplicidade e união entre vocês. beijos,felicidades sempre!chica( ah! Obrigado pelo carinho que sempre vem)

  • Andréa disse...

    Sheilina vc uma guerreira um exemplo de mãe, mulher uma
    grande amiga, feliz de quem convive com vc.
    Você tem duas princesas, uma família linda!

    Que Deus a abençoe sempre!
    Bjs

  • Cozinha de Mulher disse...

    Oi meninas... eu é que fico aqui emocionada com o carinho lindo de todas vocês.. ser mãe é algo maravilhoso que nos ensina muito e nos faz acreditar que somos fortes mais do que imaginamos ser..
    Superamos os problemas,encontramos força de onde nem sabemos que temos.. tudo em nome desse amor maravilhoso..
    Minhas filhas são meu porto seguro.. são a força diária que eu preciso pra conquistar todos os meus sonhos.. Agradeço a Deus a cada dia pelo presente duplo que Ele me deu..
    Um super beijo e um domingo especial a todas..

  • Evanir disse...

    Que nossa amizade continue eterna
    e tenham sempre um lugar especial em nossos corações,
    e nossa jornada de hoje e de sempre esteja repleta de flores,
    paz e amor.
    Que DEUS: esteja sempre com sua mão
    estendida apontando o caminho correto
    por onde devemos prosseguir .
    Uma feliz e abençoada tarde de Domingo.
    Beijos,Evanir..

  • VERINHA TIBURSKI disse...

    Sheilinha querida que texto mais lindo. nossa fique super emocionada ao te ler, conseguimos sim e muito bem. Penso que as situações que acontece no decorrer como uma separação não é fácil, é sofrida e para se equilibrar novamente leva um certo tempo. Você conseguiu, fez o seu papel, na verdade os dois. Linda sua família, amei as tatuagens.
    Parabéns mulher guerreira.
    Boa semana, beijinhos.

  • Josy disse...

    Sheilinha querida, que linda participação, um lindo relato de quem viveu isso na pele, mas soube ser mãe e pai para suas filhas, com coragem, determinação, força e amor dobrado. É muito dificil criar filhos sozinha, sem um companheiro, ter que saber lidar com os questionamentos dos filhos perante a ausência do pai, e vc conseguiu tudo isso em nome do grande amor que tem por suas filhas, mulheres lindas, 3 mulheres fortes, pois assim como vc, elas assim também serão, pelos valores e ensinamentos que vc passou à elas. Adorei a tatuagem, um elo forte além do amor que sentem uma pela outra, uma linda prova de amor. Parabéns. Bjocas

  • Josy disse...

    Meninas, mamães lindas e mulheres fortes que sei que são, obrigada por permitir meu comentario aqui no blog de voces. Fiquei muito feliz com a participação da Sheilinha, uma doce menina mulher que estimo como a uma filha. Obrigada e aproveito deixo votos de um Feliz Dia das Mães a tods voces. Beijinhos
    Josy

  • Cozinha de Mulher disse...

    Mais uma vez gostaria de agradecer o carinho de todas as amigas que passaram por aqui e deixaram seus comentários lindos... a cada comentário que lia me emocionava.. muito obrigada mesmo.. de coração..
    Uma semana linda a todas.

    Beijokas

  • Genis Borges disse...

    Olá querida, obg por ter aceitado nosso convite e ter nos presenteado com seu post, sua história de vida que tenho certeza, ajudará e dará forças a muitas mamães que estão passando por separaçãoa.
    Um grande beijo e um abraço nas três.
    Genis

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design