Adaptação na Creche

20 de junho de 2013 12 comentários
Nossa colunista sobre Educação, Melissa Machado, nos traz um tema que causa muitas dúvidas e ansiedade às mamães na hora de escolher a creche para o filho e o momento que tem que passar pelo processo de adaptação. Confira as dicas e tenha um bom e tranquilo momento.

 

Olá mamães! Hoje vamos falar sobre adaptação dos nossos pequenos na creche. Sei que é um momento tenso, traz aquela angústia, carrega aquela famosa "culpa de mãe", mas a entrada na creche deve ser encarada com a maior segurança possível.

Lembrem-se que a sua ansiedade, seu medo pode ser passado para o bebê ou para a criança. A primeira coisa é encontrar uma creche que te conquiste o coração...um lugar onde você sinta tranquilidade, onde você percebe que os funcionários e crianças são felizes. Não adianta escolher a creche top, com um milhão de recursos, com turmas super lotadas se isso não te deixa segura. Escolha com o coração!

Sei que por mais que as professoras e a equipe escolar fazem de tudo para tranquilizar as mamães, esse momento é recheado de emoções!

O período de adaptação normalmente é de uma semana, mas isso não é uma regra fechada, varia muito, algumas crianças ficam muito bem logo no primeiro dia, outras demoram mais de duas semanas. Percebo claramente que o sucesso da adaptação depende da postura de quem está adaptando, se você demonstra sofrer a cada choro, a criança sente! Se você deixa a professora pegá-la e se afasta com segurança,ela sente que você está confiando naquela pessoa.

Os primeiros dias são para a criança criar um vínculo com as educadoras, enquanto isso não acontece é importante que a mãe permaneça na escola, pois a cada momento de choro ela aparece para dar segurança. A criança não deve achar que foi largada ali, com pessoas estranhas e em um lugar totalmente desconhecido! E quando digo choro, não é aquela resmungadinha, é aquele choro que as tias já tentaram de tudo para distrair e mesmo assim a criança continua chorando. Lembrem-se que as educadoras são capacitadas para essas situações e irão usar todos os artifícios para distrair a criança.

É bom saber que a adaptação do bebê de 3 a 24 meses a uma escola dependerá mais da atitude do pessoal docente e dos cuidadores do que do bebê. Ele não sabe que vai à escola, mas o pessoal da escola deve estar preparado para recebê-lo. Além disso, este trabalho de preparação deverá ser compartilhado com os pais do bebê.

Nessa fase inicial, aconselhamos que as crianças fiquem pouco tempo na creche, no máximo duas horas, como elas não têm noção de tempo ainda, essas duas horas irão parecer uma eternidade, e se ela ficar um tempo além da conta, pode ser que no dia seguinte ela nem queira entrar na escola. Paciência é a palavra-chave. O tempo de permanência durante a semana de adaptação vai aumentando gradativamente e de acordo com a evolução da criança.

Uma adaptação feita nestes moldes ajuda a criança e os pais a se adaptarem de uma forma lenta e gradual, diminuindo assim a ansiedade de ambos.

A adaptação dos pais é mais difícil que a das crianças, ou seja, uma criança habitua-se mais facilmente à separação da figura parental do que os pais à separação dos filhos. Isso acontece principalmente no berçário, os bebês não costumam estranhar, eles ficam muito bem se tiverem com a fralda limpinha,com a barriga cheia e um colinho bem aconchegante.Costumo dizer que o período de adaptação no berçário é mais para a mamãe do que para o bebê!
  
E com vocês, como foi a primeira vez dos filhotes na escolinha?




12 comentários:

  • Gleysa Lopes disse...

    Parece que este texto foi feito pra mim!!!
    Estou nessa fase de adaptação hj e o segundo dia de Heitor na escolinha e pra mim nao esta sendo fácil! Hj ele chorou ao colocar o uniforme, o bom que as tias são bem carinhosas e espera ele se acalmar e depois leva pros brinquedos para se acalmar!
    Espero que eu tb me acostume sem meu pequeno nas tardes comigo! Mas com o 2 dia ja vejo uma melhorada dele! Ele estava chorando por tudo! Hj ele esta bem mais tranquilo! Lá ele gasta toda a energia!!

    Bjs
    Gleysa

  • Genis disse...

    Mel, suas dicas foram excelentes para nós, mamães de primeira viagem (ou mais) e que precisamos deixar os filhos na escola.
    Eu passei por momentos bem conflituosos, como vc disse, a famosa "culpa de mãe" me pegou, mas tb acredito que a maior adaptação seja mesmo para as mamães. Nós sofremos muito mais!!
    JM adorava ficar no berçário e já chegava esticando os bracinhos pras tias.
    Obg pela linda contribuição.
    Abs, Genis

  • Divagações da Mamãe Tê disse...

    Isso Gleysa Lopes, pensei em você.
    Concordo com tudo que foi falado. Tudo é feito de forma gradual. Com amor, paciência e digo, alegria.

    Aqui Maria se adaptou aos 2 anos e 2 meses rapidamente. Se chorou umas 4 vezes foi muito.

    Mas sempre incentivei e fiz o que o texto falou: confiava nas professoras e as deixava pegar minha pequena. Sei que ela estava bem, brincando, aprendendo, entrosando. Teve o tempo dela na escolinha, o tempo de se alegrar e conviver com outros amigos, coisa que aqui em casa não tem. E eu tive o meu tempo tb que é super importante.

    Hoje com 6 anos, os colegas que a acompanham desde 2, são uma parte de sua família. Considero assim.

    E Gleysa, daqui uma, duas semanas, Heitor mudará muito.

    Depois eles viram as costas e vão viver o seu mundo junto com as crianças de sua idade.. E a mãe fica só olhando sua independência. Com sentimento de "nem liga pra mim" rs e de muita alegria..

    Beijos. Ótimo texto Parabéns!

  • Unknown disse...

    Amanha será o primeiro dia do meu bebê. Já estou chorando desde agora. E já passei por isso com a minha primeira filha, nem por isso estou me sentindo preparada. Estou sofrendo demais!!!

  • Unknown disse...

    Amanha será o primeiro dia do meu bebê. Já estou chorando desde agora. E já passei por isso com a minha primeira filha, nem por isso estou me sentindo preparada. Estou sofrendo demais!!!

  • Anônimo disse...

    To sofrendo muito na adaptação do meu bebê na creche...cada choro na despedida é uma facada no meu coração!

  • tatiane oliveira disse...

    Oq fazer qd a creche é pública ea criança pode ficar meio período só durante 1semana...e em creche pública eles nao fazem essa faze de adpataçao pq a gente nem pode ficar lá ?

  • tatiane oliveira disse...

    Oq fazer qd a creche é pública ea criança pode ficar meio período só durante 1semana...e em creche pública eles nao fazem essa faze de adpataçao pq a gente nem pode ficar lá ?

  • tatiane oliveira disse...

    Oq fazer qd a creche é pública ea criança pode ficar meio período só durante 1semana...e em creche pública eles nao fazem essa faze de adpataçao pq a gente nem pode ficar lá ?

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design