Meu filho não fala, e agora? Dica de como superar isso.

17 de agosto de 2013 12 comentários


Bom dia!

Hoje é meu dia de dar uma dica de mãe para vocês e a minha dica é algo que funcionou muito bem aqui em casa e também já funcionou com algumas amigas.

Tenho um filho hoje com 3 anos e 5 meses, mas ele chegou aos 2 anos e 5 meses sem falar uma palavra completa. Sempre que eu ia à pediatra com ele, conversava com a médica sobre isso e ela sempre me pedia paciência e esperar um pouco mais. Até que cheguei ao meu limite da espera e já cansada de tanto responder perguntas de o porquê ele não falava, procurei ajuda sozinha, marquei uma consulta com uma fonoaudióloga e depois de marcada fui no consultório da pediatra e exigi uma guia. 

Lembro que nesse época eu estava muito aflita e com medo, medo de talvez descobrir alguma coisa que eu na verdade não queria. Enfrentei primeiro uma briga interna enorme e só depois disso estava pronta e preparada para tudo.

Após algumas consultas e eliminado motivos psicológicos e auditivos, descobrimos uma forma de incentivar o pequeno a falar e é isso que venho dar de dica.

Eu chamei essa amiga inseparável do meu filho de "a pasta", ela nos acompanhou por longo 3 meses, mas os primeiros avanços percebi logo na primeira semana. 


A pasta nada mais é do que um colecionador simples de preferência pequeno para que a criança possa carregá-la por todo os lugares. Nos plásticos transparentes, devem-se ser colocados imagens de cena do dia a dia, animais, objetos e fotos da família.


A criança deve participar da "construção" da pasta, o ideal é que a criança ajude a escolher as imagens que vão ser usadas, mas se seu filho gosta de surpresas, minha dica é: procure imagens das coisas favoritas dele. Comece com poucas imagens e de acordo com o aumento do interesse do seu filho, você vai acrescentando.

Como estimular: Aponte para os desenhos e fale o nome corretamente dos objetos, nada de diminuitivo ou inventar uma palavra menor. Também é legal dar vida as imagens, exemplo: Ofereça uvas enquanto mostra a imagem da uva na pasta. A pasta deve ser sua amiga, leve para aonde você for, sempre que tiver um tempo ofereça a criança, você pode deixá-la sozinha vendo as imagens, mas você deve também ter vários momentos com a criança. Como meu menino adora assistir a filmagens pelo celular, eu filmei as imagens da pasta apontando e falando os nomes, meu menino adorava assistir no carro. Ainda na primeira semana, meu menino falou suas primeiras palavras corretamente: urso e gato.

Sempre que ele soltava uma palavra nova, mesmo que nem fosse correta eu comemorava, batia palmas e parabenizava, ele ficava muito feliz e eu sentia que ele se esforçava para falar outra e eu fazer festa.

Agora vamos ao que não pode acontecer: A criança deve se sentir a vontade com a pasta, tem que ser uma brincadeira divertida, também não adianta você colocar imagens que não estejam presentes no dia a dia da criança, exemplo: uma serra elétrica. Fazemos exceção a essa regra com os animais. Outra dica importante é você não deixar que a pasta torne-se um elo de comunicação, a criança não pode apontar para a maçã quando quer uma, se ela fizer isso você não poderá entender até que ela fale algo, mesmo que não seja maçã.

Espero ter ajudado alguma mamãe que esteja passando por um difícil atraso no desenvolvimento da fala dos pequenos, se você tiver dúvidas deixe nos comentários que eu te respondo.

Até a próxima!


12 comentários:

  • Gleysa Lopes disse...

    Jamilly que dica boa hein!!
    Heitor não vai precisar porque ele fala ate pelos cotovelos rsrs ele começou a falar palavras com 1 ano e 1 mes e hj com 2 anos ja fala frases e tudo mais!
    Mas conheço alguem que tem a mesma idade dele e não fala quase nada e vou repassar a dica e seu post!

    Bjs
    Gleysa
    www.demamaeursa.com

  • Vivi * Isaac disse...

    Que super dica amiga,que bom que deu super super certo, e com certeza esta dica vai ajudar muitas mães que passam ou poderam passar por este probleminha. Que bom que vc mesma tomou a atitude e foi procurar ajuda,e poder aliviar o seu coração. Bjs
    Vivi e isaac

  • Cristiane Lima disse...

    Amiga, adorei a dica.
    Imagino como deve ter ficado nervosa, confusa com este atraso na fala
    Aqui vc sabe, o pequeno tb demorou muito, agora está falando frases e pedindo as coisas, mas esta dica é super!
    Adorei, bjs

  • Carlah Ventura disse...

    Jamilly, adorei o post.
    Com minha filha não tive esse problema pois ela começou a falar com 8 meses e com 1 aninho já falava praticamente tudo, mas meu menino está com 10 meses e não evoluiu muito na fala. Achei uma excelente ideia e talvéz precisarei usa-la para incentiva-lo a falar.
    Bjs!!

    Carlah Ventura
    Blog:IntensaVida

  • Denise disse...

    Muito interessante sua conduta Jamilly. Com minha filha utilizo livros (capa dura) com imagens variadas.
    A fono te passou mais alguma dicas/orientações? Quando procurar por uma fono? Há uma idade ideal? Fiquei curiosa com o assunto.

  • Vitoria Aparecida disse...

    Que ideia maravilhosa essa Jamilly, parabens que bom que funcionou e com certeza vai ajudar muitas mamães nessa situação
    Bjinhos

    tem sorteio no blog passa la
    http://mamaenathan.blogspot.com.br/2013/08/sorteio-cheirinho-de-bebe.html#comment-form

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design