Dia das crianças e... o consumismo?

11 de outubro de 2013 22 comentários
Meu filho (3 anos e 11 meses) ainda não compreende o que vem a ser o Dia das Crianças. Apesar de presenciar os meios de comunicação que estimulam o consumo infantil nessa época, ele não pede presentes específicos para este dia e eu e meu marido não estimulamos.

Lá na escolinha foi falado sobre o tal dia das crianças e pagamos um pequeno valor para que fossem providenciados alguns aparatos pra deixar a semana mais divertida e comemorativa. Ele chegou em casa e contou com carinha de surpresa "Mamãe, na escola tem presente pras 'crianchas' porque é o dia da gente". Achei bacana a iniciativa da escola, atividades e lanches diferentes foram providenciados para estes dias e no rostinho de JM posso ver a felicidade com as surpresas.

Pois bem, amanhã é o bendito dia e ficamos naquele dilema de comprar algo para caracterizar o dia ou não, já que até hoje ele não pede. Sei que a medida que for crescendo, vendo os amiguinhos e priminhos comentando sobre os presentes ganhados nesse dia, JM pedirá o dele também, mas quero que isso não seja uma coisa obrigatória e desenfreada, como presencio em vários casos (alunos e parentes). Onde também, muitos pais compram presentes caríssimos para mostrar à sociedade que eles podem (SQN) presentar seus filhos.

Eu e meu marido decidimos comprar um presente pra ele e presenciamos lojas hiper lotadas, crianças chorando, fazendo pirraças, acompanhadas de adultos na escolha louca de um quinta feira à noite, véspera de dia das crianças, por seus presentes. Voltamos sem nada na mão, pois estava difícil escolher algo, mas hoje voltaremos pra nossa missão. Quero realmente comprar algo pra ele, penso no Homem Aranha, tomara que encontre algum que seja bem a carinha de JM, mas se não encontrar, passaremos do dia das crianças para outro dia. Sem estresse e correria.

Deixo claro que não sou contra aos papais que compram presentes nessa época e presenteiam filhos, sobrinhos e afilhados, mas a minha preocupação é quando isso ultrapassa os limites e a conta bancária. Consumir com consciência e ensinar seus filhos à isso é pra mim o primordial. E fora o presente que toda criança adora (#fato), fazer um dia das crianças divertido ficará certamente marcado pra sempre no coraçãozinho dos pequenos, porque o presente acaba, mas o amor e o carinho são eternos... ♥




Qual sua opinião sobre este assunto?

Abraços,



22 comentários:

  • Shairane Mello disse...

    ótima postagem, isso acontece com todas datas comemorativas as crianças ganham e pedem presentes sem nem saber o motivo real da comemoração.
    bjs
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br

  • Jamilly Mãe do Lucas Davi disse...

    Amiga é verdade, o maior presente da criança é de fato nossa presença, mas confesso que não resistir ao pedido do Lucas e comprei o presente.
    Na escola hoje está toda enfeitada e tem pula- pula e cama elástica.

    beijos

  • Jackeline Graça disse...

    Linda amei o post, na minha família é complicado por que o Davi é mesmo rei. Mas eu faço o possível para frear isso, inclusive frear o pai. Davi se contenta com qualquer coisa, mas AMA profundamente ganhar presentes, e presente pra ele é até um Kinder Ovo, tudo é presente e ele fica eufórico, mas o problema é que ele ganha presentes quase que todo dia, quando não é o meu pai, o avô mais consumista do mundo, são as minhas tias, a madrinha , e o pai. Difícil ser uma mãe consciente no meio desses malucos kkkkkkkkkkkkkk

  • Roberta Aquino disse...

    É verdade amiga .. tenho amigas que fazem coleções de brinquedos, mas não sentam um minuto para brincar com seus filhos ... do que adianta??

    Beijosss

    Roberta & Luma
    http://princesaluma.blogspot.com.br
    http://motivosparaestareserfeliz.blogspot.com.br

  • Andreia Cristina disse...

    Eu acho que deve haver equilíbrio em tudo na nossa vida. Aqui em casa, o Pititico ainda não entende que tem dia da criança. Não compramos nada ainda, mas vamos dos dois: presente e presença!

    Beijo!

  • Cibele Lima disse...

    Consumismo é um problema...o dia das crianças na verdade, foi inventado pelo comércio..acho que podemos dar brinquedos para os filhos em qualquer época com moderação!
    www.vivaverdevivabem.blogspot.com

  • Letteia Bispo disse...

    Ótimas reflexões amiga
    Falou tudo
    Eu sempre compro presente para a Luma aqui
    Não deixo chegar festas para comprar
    bBjkas
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/2013/10/bc-ser-crianca-e-ter-infancia.html

  • Leidiane Souza disse...

    Concordo... Eu compro brinquedos para minha filha, mas não escolho pelo preço ou pela beleza mas sim se ela vai gostar ou não. Tambem busco sempre estar brincando com ela, acho isso fundamental.
    Bjos

  • Vivi * Isaac disse...

    Com certeza o que importa é a presença, e qualidade dela. E quanto a comprar acho que tudo no seu tempo, nada de sair comprando tudo, tem que mostrar o que é legal ganhar, mas que pode brincar com os que já tem. E dar brinquedos educativos, adoro.
    Bjs
    Vivi e Isaac

  • Carlah Ventura disse...

    Gostei muito do seu post, eu principalmente pelo fator financeiro não irei presentear meus filhos nesse dia mas já temos uma programação para tal que acredito ser uma maneira bem legal de presente-a-los e proporcionar um momento divertido para eles.
    E assim como em outras épocas, explico que quando puder dou um presente legal e tudo rola naturalmente.
    Bjs

    Carlah Ventura
    Blog:Intensa Vida

  • Cristiane Lima disse...

    Amiga, adorei a abordagem, muitas vezes somos mais ávidos a sair as compras do que nossos pequenos queiram/precisem aqui optamos sim por comprar, mas até já demos o presente e fez muito sucesso... amanhã simplesmente brincaremos como todos os outros dias... é bom ficar assim
    Não quero criar um filho consumista, mesmo sendo uma assumida... quero que ele seja ao invés de querer ter, aqui valorizamos muito a inteiração, a brincadeiras do que a ter tudo de novo que se lança por aí... bjs

  • Lyanna Souza disse...

    Penso igualzinho!!!! Não vejo nenhum problema em comprar presentes para crianças nessa data contudo que os valores desse presentem não afetem o orçamento dos pais. Bjos!!!

  • Gleysa Lopes disse...

    Amiga, na escolinha do Heitor tb teve um dia diferente!!
    Por aqui nao compramos presente, pois ele já ganha dos avós!!
    A unica coisa que compramos foi uma mascara do leao!! E ele adorou!!!


    Beijos

  • Opi Matoaka disse...

    Deixe o homem aranha para outro dia. O shopping vai estar até mais agradável pra levar criança fora da época de datas especiais. Podemos inventar um dia pra comemorar qualquer coisa. E acho sinceramente que quando a festa é espontânea, sem data marcada, uma surpresa, numa segunda-feira qualquer, fica até mais divertido.
    Adorei seu post e suas reflexões.
    bjs

  • Carol Meoli disse...

    Acho que presentes tem que ter dia especial, data especial. Porque se der todo dia como muitas pessoas fazem, a criança acaba não dando valor.
    Perde os verdadeiros valores das coisas.

    Beijos

Postar um comentário

Quando você comenta, também participa do Mamães em Rede! Comente, participe, pergunte. Obrigada!

 

©Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados - Mamães em Rede | Design By Arte Design